Terça-feira, 12 de Junho de 2007

Mitos da Sexualidade

Sexo e seus Mitos

Há curiosidades, conceitos do senso comum, tabus e tantos mitos acerca desse assunto. Assunto este que merece relevância em toda sua complexidade, e mais exige aprendizado. Nunca sabemos tudo sobre um determinado assunto, nem mesmo a sexualidade que está inerente em nós. É preciso que estejamos sempre dispostos a saber mais, ter mais fome de conhecimento para estar a par do que acontece conosco e com o ser humano em sua totalidade, trazendo maior harmonia nos relacionamentos afetivo-sexuais.

Considerando as muitas curiosidades e mitos que ainda permeiam o pensamento de muitas pessoas, foram elaboradas algumas questões que podem desmistificar algumas questões sobre sexo e sexualidade. Eis alguns mitos:

O ato sexual ocorre apenas com a penetração vaginal.
O ato sexual é bem mais amplo,podendo ser praticado de varias formas, isto é, como a pratica do sexo oral, sexo anal, estimulação clitoriana. As formas de se obter prazer sexual é o que importa. A penetração do pênis da vagina é apenas uma forma.

As mulheres são menos sexuadas do que os homens.
Não há diferença nesse aspecto, a sexualidade é igual para homens e mulheres.

A esterilização (tanto em homens como em mulheres) afeta o sexo, diminuindo o desejo.
Qualquer procedimento cirúrgico desse tipo, só irá evitar uma gravidez, não alterando o desejo sexual.

Tamanho do pênis é documento.
Na cultura comum, isso é bem discutido, porém, o que mais importa pra um bom desempenho sexual é a rigidez peniana no ato da penetração, assim como o "vai-e-vem". O prazer não provém do tamanho.

O homem não deve expressar seus sentimentos.
O homem tem o direito sim de expressar o que sente. Ele é um ser humano e tem sentimentos, expressá-los não vão torná-lo menos homem.

Sexo é bom apenas quando se consegue o orgasmo simultâneo.
Em absoluto! Sexo é aprendizagem, é respeito ao limite do outro. É claro que quando um casal consegue chegar ao orgasmo simultaneamente, deve ser ótima a sensação e esperada por qualquer casal, mas isso não pode ser regra, pois a tensão em tentar se chegar ao orgasmo simultâneo pode estragar o ato sexual e gerar grandes desconfortos para o casal.

Um homem não pode dizer não ao sexo.
Quem disse isso? O homem pode sim dizer não ao sexo. Tanto estresse, acumulo de tarefas, etc., pode contribuir para o homem estar cansado e de não querer fazer sexo, mas isso não pode influenciar negativamente na sexualidade dos homens.

É errado ter fantasias sexuais.
Pelo contrário, as fantasias sexuais são desejos reprimidos que podem e devem vir a tona na hora do sexo, tornando-se um grande incremento na atividade sexual. Procure realizá-las sem receio, mas sempre procurando respeitar as vontades e limitações do parceiro.

Sexo anal sem camisinha não pode engravidar.
A camisinha sempre deve ser usada, pois os espermatozóides são muito espertos e rápidos, ou seja, pode o esperma escorrer para a vagina e assim haver a fecundação.

A mulher sempre sangra na sua primeira relação sexual.
Não é regra, já que os corpos femininos se diferem. Com a penetração, o hímen tende a se romper. Porém, há diferentes hímens: uns bem finos que não se percebe o rompimento, e outros mais espessos, que podem ser sentidos na hora da penetração, causando desconforto e sangramento.

Masturbação excessiva leva o homem a impotência.
Não há nada a ver uma coisa com a outra. Masturbação faz o homem ter maior controle sobre seu rítmo sexual, o que está diretamente ligado ao seu orgasmo e ejaculação.

A masturbação faz crescer pelos nas mãos.
Não faz crescer pelos, não provoca espinhas, não causa cegueira. Tudo isso são crenças antigas e falsas. A masturbação não provoca doença alguma.

A nossa educação e cultura exercem forte influencia nos pré-conceitos que temos sobre o sexo e a sexualidade. Devemos sempre buscar o diálogo, o autoconhecimento, a intimidade com os nossos parceiros para que os esclarecimentos estejam sempre presentes, tornando a atividade sexual mais confiante, segura e feliz.

Adriana Sommer da Costa
Psicóloga e Sexóloga

publicado por Paula Valentina às 23:47

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Meninas: escolham bem a c...

. Alimentos Sexo 2

. Alimentos Sexuais

. Ultima moda no Japão

. vem cá bobinha. Não vou f...

. As 11 mães mais singulare...

. Ciclo Menstrual (Muito Im...

. Castilla la mancha

. Sexo Oral...

. Cartoons!

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.favorito

. Memórias vilacondenses (V...

. Caleidoscópio

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds